14h00

Diplomada em Direito na Unijorge conquista carreira internacional no Canadá

A cada dia, cresce o número de alunos de graduação interessados em construir uma próspera carreira internacional. Influenciados pela popularidade e pelos benefícios que os programas de intercâmbio trazem para o currículo e para a própria vivência pessoal, esses alunos se veem motivados a buscar uma experiência enriquecedora fora do Brasil.

Compartilhe
Tamanho do Texto
Diplomada em Direito na Unijorge conquista carreira internacional no Canadá

A cada dia, cresce o número de alunos de graduação interessados em construir uma próspera carreira internacional. Influenciados pela popularidade e pelos benefícios que os programas de intercâmbio trazem para o currículo e para a própria vivência pessoal, esses alunos se veem motivados a buscar uma experiência enriquecedora fora do Brasil.  

Longe de ser impossível, a oportunidade de conquistar uma carreira internacional de sucesso pode e deve começar a ser estudada ainda durante a graduação. Mostrando uma realidade possível e bastante concreta, a Consultora de Imigração licenciada pelo Governo do Canadá, Carolina Moreno Almeida, graduada em Direito pela Unijorge, salienta que o primeiro passo é pensar bem em seus objetivos de carreira ou de vida.  

“É muito importante você saber onde você quer chegar para conseguir traçar seu caminho. Em um momento de tomada de decisão, faça o exercício de pensar onde você quer estar daqui a cinco anos. O seu plano de cinco anos pode mudar durante a trajetória, mas é muito importante que a sua escolha esteja alinhada com o seu objetivo no momento da decisão”, declara Carolina.  

A jovem, formada desde 2011 pela Unijorge, vive atualmente na cidade de Ottawa, a capital do Canadá. Hoje ela  é sócia-fundadora da Dreamies, uma consultoria especializada em prestar serviços para quem tem interesse de imigrar temporariamente, permanentemente, ou visitar o Canadá, assim como funcionária da Universidade de Ottawa. Ela começou a trilhar sua carreira internacional através de um intercâmbio de três meses, realizado em 2010 na cidade de Toronto.  

“Em dezembro de 2010, eu tive a oportunidade de fazer um curso de inglês pelo período de 3 meses na cidade de Toronto. Como eu costumo brincar, durante o intercâmbio, o bichinho do Canadá me mordeu. Então resolvi estender o meu curso e estadia e fiquei um total de 6 meses. Retornei para o Brasil e conclui o meu curso de Direito na Unijorge em dezembro de 2011. Depois de formada, em setembro de 2012, voltei para Toronto para realizar um curso de pós-graduação por 1 ano na área de Negócios Internacionais (Internacional Business Management). Foi aí que a jornada começou”, afirma a profissional.  

Assim como Carolina, grande parte dos alunos que decidem cursar um intercâmbio são motivados pela necessidade de aprender uma nova língua. Como a principal meta na hora de fazer um intercâmbio, a proficiência do inglês é um ponto que pesa muito na hora de escolher um país.  

Com isso, segundo a Belta (Brazilian Educational & Language Travel Association), maior associação de agências de intercâmbio brasileiras, dos dez destinos mais procurados, oito são de língua inglesa e seis estão na Europa. Mas, além do inglês, outros idiomas também são muito procurados pelos brasileiros no intercâmbio. De acordo com a associação, os destinos que oferecem contato com os seguintes idiomas são os mais procurados: 

  • Espanhol; 

  • Francês; 

  • Alemão; 

  • Italiano; 

  • Japonês; 

  • Mandarim. 

Apesar de pesar muito na decisão de investir em um programa de intercâmbio, a busca pela proficiência em uma nova língua não é a única meta considerada na hora de fazer um intercâmbio.  

Existem outros pontos tão (ou mais) essenciais para bater o martelo e se decidir sobre o assunto, e a maioria deles está ligado à ampliação de suas possibilidades de trabalho, maior vivência com as questões culturais do país e a oportunidade de viajar e vivenciar experiências enriquecedoras e agradáveis fora do Brasil. 

Além disso, o desejo de construir uma carreira internacional também pesa muito na hora de escolher o destino do intercâmbio. Fatores como qualidade de vida, infraestrutura de acolhimento dos intercambistas, favorecimento ao estudo e trabalho, estilo de vida, belezas naturais, atrações culturais e segurança também são importantes para aqueles que precisam escolher em qual país irão realizar o programa.  

Dentre os dez países mais procurados por brasileiros para fazer um intercâmbio, temos: 

  • Canadá; 

  • Estados Unidos; 

  • Reino Unido; 

  • Austrália; 

  • Irlanda; 

  • Nova Zelândia; 

  • Malta; 

  • África do Sul; 

  • Espanha; 

  • França. 

Canadá: o destino favorito dos intercambistas brasileiros

De acordo com a Belta, o Canadá é o destino favorito dos brasileiros que investem em programas de intercâmbio. Famoso e muito valorizado, o país ocupa o primeiro lugar na lista de destinos para intercâmbio preferido por brasileiros já há 14 anos seguidos, segundo aponta a Pesquisa Selo Belta 2019.  

A busca pela fluência na língua inglesa é um dos motivos que levam os estudantes a optar pelas belas paisagens do Canadá, mas não é o único. O país também oferece a chance de ter mais contato com o francês, que também é um idioma oficial e bastante procurado pelos jovens intercambistas.  

Além dos atrativos culturais e de toda a segurança do país, muitos estudantes optam pelo intercâmbio no Canadá pelo valor, pois o dólar canadense é mais barato que o americano. A qualidade das escolas também é um fator determinante neste sentido, e contribui para deixar o país em primeiro lugar no ranking de preferência dos intercambistas brasileiros.  

Segundo pesquisa da Belta, Toronto e Vancouver são as cidades canadenses mais procuradas por brasileiros para intercâmbio de inglês, enquanto Montréal segue como o destino favorito para intercâmbio de francês no Canadá. 

Para Carolina, a escolha de realizar um intercâmbio não foi difícil, e o fator de poder escolher o Canadá como destino pesou muito (favoravelmente!) na hora de tomar a decisão.  

“O Canada sempre me encantou. É um país com belas paisagens naturais, estações do ano bem definidas (às vezes com uns invernos muito longos e verões muito quentes), e uma população multicultural e acolhedora. A minha intenção inicial era de ter uma experiência de estudo e trabalho fora do Brasil e não a imigração permanente. Porém o Canadá é um país de oportunidades e abriu muitas portas para mim”, declarou.  

Assim como aconteceu com Carolina, as pessoas que fazem intercâmbio no Canadá são recebidas de braços abertos no mercado de trabalho, principalmente porque o país tem muito interesse por profissionais estrangeiros.  

“Após concluir o curso de pós-graduação, as oportunidades de trabalho foram surgindo, fui me adaptando e a vontade de ficar mais um pouco, ano após ano, foi se instaurando. Assim, fui construindo a minha carreira. Em 2017, conclui uma especialização em consultoria de imigração, quando me aprofundei em direito de imigração Canadense. Dez anos depois, tenho orgulho de dizer que sou canadense (naturalizada) e brasileira (por nascimento)”, afirma Carolina.  

Para os alunos que desejam fazer um intercâmbio no Canadá, a boa notícia é que o país permite que os estudantes de graduação trabalhem por 20 horas semanais (meio período) durante o ano letivo, ou 40 horas semanais (período integral) nas férias. 

O Canadá é uma opção que também cabe melhor no bolso. É que lá os estudos custam uma média de R$ 6 mil por quatro semanas e o dólar canadense é cotado em valor bem mais baixo que o americano e o euro.  

Se você deseja investir em um intercâmbio no Canadá, saiba que existem 6 principais tipos de intercâmbio no país. É importante lembrar que, apesar de não permitir que alunos matriculados apenas em cursos de idiomas trabalhem através do visto de estudante normal, existem outras modalidades de intercâmbio onde é possível trabalhar e estudar sem grandes problemas.  

Confira os 6 tipos de intercâmbio principais para o Canadá:  

1. Intercâmbio de idiomas: indicado para quem deseja aprender ou desenvolver as habilidades em uma língua estrangeira, onde é possível aprender inglês e francês em intercâmbios com durações diversas; 

2. Graduação, Pós-graduação e Cursos Técnicos: tipo de intercâmbio mais direcionado a quem deseja se dedicar a uma nova experiência acadêmica e deseja entrar no mercado de trabalho com os benefícios de estudar “lá fora”; 

3. Pathway: ideal para quem quer desenvolver o nível de inglês acadêmico necessário para cursar o que deseja. Não exige um nível de inglês avançado, pois são realizados testes de nivelamento para determinar uma turma de pessoas do mesmo nível que você; 

4. High School: direcionado a jovens de 15 a 19 anos, onde o estudante convive com alunos canadenses, conhece a cultura, desenvolve o inglês, pode completar algumas matérias do ensino médio e ainda tem a chance de vivenciar experiências edificantes; 

5. Intercâmbio de férias: ideal para quem deseja viver experiências inesquecíveis e estudar inglês, mas não quer passar tanto tempo no país quanto nas outras modalidades; 

6. Intercâmbio para terceira idade: programa voltado para pessoas da terceira idade que desejam estudar, conhecer lugares lindos e fazer passeios que ficarão para sempre na memória.  

O destino também busca muito por profissionais estrangeiros, principalmente por conta da sua boa qualificação, bom nível de inglês e especialização em algumas áreas em demanda crescente no país. Por isso, se o seu interesse é de fato construir uma carreira internacional no país, saiba que o Canadá possui quatro programas de imigração principais para estrangeiros. Conheça mais sobre eles: 

Canadian Experience Class (CEC): programa de imigração cujo principal requisito é ter um ano de experiência de trabalho qualificado no Canadá, além de nível avançado de inglês ou francês.  

Provincial Nominee Program (PNP): programa de imigração específico para uma determinada província, com exceção de Quebec e Nunavut, que possuem exigências específicas no que diz respeito à imigração.  

Expression of Interest (EOI): programa de imigração que seleciona imigrantes com base nas habilidades que interessam às empresas canadenses. 

Federal Skilled Worker: programa de imigração cujo principal requisito é ter um ano de experiência de trabalho qualificado continuo (normalmente fora do Canada), diploma de ensino médio, além de nível avançado de inglês ou francês 

Live-in Caregiver: programa de imigração com foco em profissionais como babás, enfermeiros e companheiros de pessoas idosas ou com necessidades especiais.  

Aqueles que estão terminando seus cursos de graduação e desejam construir uma carreira internacional no Canadá podem se beneficiar bastante das facilidades do país. De acordo com a Belta, se você é um profissional (ou está se formando) nas seguintes áreas, possui mais chances de conquistar um lugar de sucesso no país: 

  • TI; 

  • Finanças; 

  • Recursos humanos; 

  • Telecomunicações; 

  • Engenharia civil; 

  • Engenharia mecânica; 

  • Engenharia elétrica; 

  • Engenharia aeronáutica; 

  • Arquitetura; 

  • Marketing; 

  • Saúde; 

  • Administração pública; 

  • Relações públicas; 

  • Artes performáticas; 

  • Curadoria; 

  • Construção; 

  • Transporte; 

  • Contabilidade; 

  • Agricultura; 

  • Horticultura; 

  • Biologia. 

A importância de fazer um intercâmbio para construir uma carreira de sucesso (no Brasil ou fora dele)

Se ganhar asas mundo afora for um dos seus maiores desejos, o intercâmbio pode ser a escolha certa para você!  

Além da oportunidade de viajar, conhecer outras culturas, refinar suas habilidades e conhecimentos em idiomas e ainda enriquecer (muito!) seu currículo profissional, o intercâmbio também pode ser uma excelente porta de entrada quando o assunto é construir uma carreira internacional.  

Mesmo assim, a decisão de investir em um intercâmbio deve ser muito bem pensada, analisada com cuidado e, principalmente, planejada nos mínimos detalhes. De acordo com Carolina, também é preciso investigar muito bem todos os pontos antes de fazer as malas e partir para essa aventura.  

“Pesquise e seja objetivo na sua pesquisa. É muito importante você entender as suas prioridades. Por exemplo, o seu objetivo é imigrar permanentemente ou apenas adquirir estudo ou experiência de trabalho no exterior? O seu objetivo é uma mudança de carreira ou continuar a sua trajetória? Lembre-se que as suas prioridades irão te ajudar a chegar no seu objetivo final”, afirma a profissional.  

Outra dica de Carolina é: invista, no Brasil mesmo, no estudo e domínio do idioma! “Você precisará se comunicar para superar os desafios. Porém, não compare com a sua língua materna, o processo de aprendizagem é constante”, declara.   

Depois de ponderar e decidir, será hora de colher os louros dessa grandiosa experiência. Os conhecimentos adquiridos durante o programa são levados na bagagem e colocados em prática com louvor durante o desenvolvimento e consolidação da sua carreira. Com isso, ao investir em um intercâmbio, você se expõe a vantagens engrandecedoras para sua vida profissional e pessoal, dentre elas: 

Experiência de vida

Viver um tempo fora do país fará com que você traga na bagagem muito mais que o idioma fluente. Essa experiência se tornará uma oportunidade única, na qual você vai adquirir vivências inesquecíveis que farão parte da sua estória.  

Amadurecimento

Para quem faz intercâmbio durante a graduação, o amadurecimento é inevitável. Viver longe dos familiares, amigos próximos e de toda a comodidade que o seu país de origem oferece, faz com que você amadureça e crie coragem para enfrentar os desafios da vida profissional e pessoal.  

Desenvolvimento de soft skills

Morando fora do país e tendo que enfrentar novos desafios e seus próprios medos, você vai poder se desenvolver e aprimorar comportamentos e competências essenciais para a sua vida pessoal e para a sua carreira. 

Flexibilidade e independência

Fazer um intercâmbio e significa conviver com coisas totalmente diferentes da sua rotina e cultura. Por isso, durante o processo, você vai aprender a ser mais flexível em diferentes situações e, claro, vai conseguir maior independência para as suas escolhas. O nosso momento atual tem demonstrado cada vez mais a importância da flexibilidade. 

Certificado internacional 

Qualquer curso realizado em um programa de intercâmbio possui um certificado internacional. Dede cursos de idiomas até os programas de graduação e demais tipos.  

Esses certificados internacionais são válidos no Brasil e no mundo, o que, é claro, vai incrementar ainda mais o seu currículo.  

Networking internacional

Ter as portas abertas em um país estrangeiro é essencial, e se essas portas puderem ser abertas por conta da sua rede de contatos é ainda melhor. É por isso que o intercâmbio oferece uma grande oportunidade de expandir seu networking e trazer mais chances de conquistar uma carreira de sucesso morando lá fora.  

Quando você investe em um intercâmbio, cria um networking vasto que pode ser imprescindível em um outro momento da sua carreira. De acordo com Carolina, o networking é um fator muito importante para conquistar uma carreira internacional de sucesso.  

“Quando construímos a nossa carreira, o networking é importante. Quando construímos a nossa carreira fora do nosso país de origem, o networking é imprescindível. Eu sempre fui muito ousada e o networking é uma cadeia que cresce a cada contato que você faz. Assim, sempre busquei manter bons relacionamentos dentro e fora dos meus ambientes de trabalho”, afirma a profissional.  

Oportunidades profissionais

Assim como aconteceu com Carolina, algumas vezes, os intercambistas encontram oportunidades de trabalho durante o período fora, principalmente nos programas de graduação. Com isso, a experiência de trabalhar durante o intercambio vai valer muito e será o diferencial nas entrevistas de emprego, fazendo com que você ganhe destaque entre os demais, seja no Brasil ou fora dele.  

Essas experiências de trabalho podem abrir muitas portas internacionais, principalmente se considerarmos o potencial evolutivo que elas demonstram e os conhecimentos e habilidades que são refinados durante o período de trabalho no exterior.  

Segundo Carolina, essas oportunidades fizeram a diferença na construção da sua carreira internacional. “Atualmente, trabalho como Consultora de Trabalho Internacional e Imigração (International Employment and Immigration Advisor) no Departamento de Recursos Humanos da Universidade de Ottawa. Além disso, atuo como Consultora de Imigração na Dreamies (Dream Immigration and Education Services), empresa da qual sou sócia-fundadora”, diz a bacharel em direito.  

Dicas para construir uma carreira internacional de sucesso 

Uma carreira internacional é o sonho de muitas pessoas, mas boa parte delas não sabe por onde começar. Muitas vezes, essas dúvidas são acompanhadas por uma pergunta bastante preocupante: será que eu tenho o que é preciso para viver fora do Brasil? 

Bom, se o seu desejo de morar em outro país é genuíno, então a resposta é sim. E como já citamos, antes de pensar em uma carreira lá fora, o ideal é começar com um intercâmbio para adquirir experiência e vivenciar mais intimamente uma rotina fora do seu país de origem.  

Mesmo assim, para morar e construir uma carreira em outro país, é preciso ter mais que apenas a vontade de conhecer e conviver com novas culturas e falar um idioma diferente.  

De acordo com Carolina, é preciso estar preparado para viver desafios e ter uma mente aberta para ampliar seus conhecimentos e habilidades o tanto quanto for necessário. Para ela, que é do ramo do Direito, existiram algumas barreiras para exercer a profissão, incluindo a língua e os desafios da carreira.  

“Durante minha jornada, eu passei por alguns desafios para conseguir seguir no ramo do direito. O primeiro desafio foi o domínio do idioma, que foi vencido com muito foco, estudo e prática. Em segundo lugar, adquirir experiência de trabalho na área. Assim busquei me destacar nas posições que exerci e dialogar com meus superiores sobre os meus objetivos profissionais. Dedicação e foco nos resultados foram essenciais para abrir as portas para novas oportunidades. Além disso, investi no estudo constante para me especializar cada vez mais através de muita leitura, especializações e participações em seminários no lado da plateia ou como palestrante. Em 2019, conduzi o workshop “Direito de Imigração Canadense: ferramentas para as escolas de inglês” (Canadian Immigration laws: a toolkit for languages schools) na Conferência Anual das Escolas de Idiomas no Canada, em Winnipeg“, afirma. Hoje, estou investindo no idioma francês devido as oportunidades que tenho visto na área de atuação. 

Para ela, o segredo está na certeza de que você está tomando a decisão correta. Aliado a isso, é preciso investir em uma formação consistente e escolher a instituição de ensino sólida, como a Unijorge, para te ajudar a alavancar as chances de construir uma carreira internacional de sucesso.  

“Atuar na área de imigração no Canadá é um grande desafio. Essa é uma área do direito muito complexa, com diversos programas disponíveis pelo Governo Canadense dentro dos segmentos econômico, reunificação familiar e humanitário. É necessária uma análise de cada caso para determinar a melhor estratégia de imigração para cada cliente, assim como a seleção do dossiê para apresentar ao Governo do Canadá de acordo com os requerimentos de cada programa. O pensamento crítico, a análise de detalhes e a aplicação das legislações nos estudos de casos que foram aprofundados durante o curso de Direito da Unijorge foram essenciais para o desenvolvimento das minhas habilidades e construção da minha carreira e atuação’, declara a bacharel em direito.  

Se você também deseja investir em um intercâmbio e começar a planejar sua carreira internacional, saiba que a Unijorge está preparada para te auxiliar nessa jornada.  

Através de nosso Escritório Internacional (EI), os alunos são beneficiados com diversos projetos que visam a cooperação internacional para oferecer oportunidades valorosas para o corpo discente e docente da instituição. 

Funcionando como elemento facilitador para os estudantes candidatos ao intercâmbio, fornecendo suporte, orientação e informações necessárias para a construção de um plano de capacitação internacional, o EI oferece aos estudantes a possibilidades de crescimento acadêmico, pessoal e profissional, através de ações internacionais que acontecem na instituição.  

Conheça mais sobre o Escritório Internacional (EI) da Unijorge e saiba como podemos te ajudar a realizar o sonho de estudar, viver e experienciar uma carreira internacional de sucesso.  

Tenha mais experiências na Unijorge
Quer mais informações?
Espaço do Colaborador:
2007 - 2021. Unijorge - CNPJ: 01.120.386/0001-38. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital