18h36

Dica LinkedIn #6: Peça Recomendações

Veja como fortalecer a credibilidade do seu perfil com depoimentos de outros profissionais sobre você.

Compartilhe
Tamanho do Texto

As recomendações do LinkedIn são uma das melhores ferramentas para o fortalecimento da credibilidade da sua imagem no mundo virtual. Boas recomendações são o aval de outros profissionais ao seu trabalho e demonstram aquilo que você realmente sabe fazer, visto sob a perspectiva de outras pessoas.
 
Quando bem feita, uma recomendação no LinkedIn pode ser aquela peça que faltava para garantir uma oportunidade profissional. Mas como e quando você deve pedir que alguém dê um testemunho público sobre o seu trabalho? Confira nossas dicas:

1- Decida como você quer ser visto
Em primeiro lugar, fique atento: planejar como você deseja ser visto não é o mesmo que forjar recomendações. Pense nos trabalhos que você já fez e, a partir daí, faça uma lista dos profissionais que lidaram diretamente com você e podem dar bons e sinceros depoimentos sobre a sua postura e seus resultados em cada iniciativa. Trace uma rota de recomendações relevantes e não deixe ninguém importante de fora.
 
2- Diversifique os perfis
Peça recomendações às pessoas que tiveram convívio com você e que possuam cargos diferentes (de diretores a responsáveis por funções mais básicas). Isso mostrará como você é percebido por diferentes níveis hierárquicos – ou seja, por pontos de vista bem diferentes – e dará novas cores à sua imagem profissional.
 
3- “Quantas recomendações eu devo ter?”
Mais importante do que tentar conseguir uma dúzia de recomendações é conseguir depoimentos que atestem competências diferentes em diferentes fases da sua vida. Preocupe-se com a qualidade, não com a quantidade. Peça recomendações, avalie todas as que receber e escolha as melhores. Se você receber uma recomendação que não seja legal, não se preocupe; é possível escondê-la no seu perfil do LinkedIn e deixar visíveis apenas as mais bacanas.
 
4- Lembre dos trabalhos voluntários
Trabalhos voluntários (não remunerados) também podem mostrar suas capacidades técnicas, além de destacar sua disposição em ajudar ao próximo e se envolver em grandes causas. Quando estiver à caça de recomendações, lembre de solicitar a algum colega que tenha trabalhado com você nessa função para recomendar seu trabalho, indicando inclusive qual a sua participação para o alcance dos resultados da equipe.
 
5- Peça recomendações aos seus professores
Tendo um histórico profissional ou não, você também pode pedir recomendações aos seus professores. Eles observam o seu desempenho durante as aulas e aqueles que forem mais atentos (e com experiência de mercado) podem inclusive dizer se você tem ou não as qualidades necessárias para ser contratado.
 
6- Agradeça
Você pediu uma recomendação e o seu contato investiu tempo e esforço para redigir algo bacana ao seu respeito. O próximo passo é agradecer e se colocar à disposição para escrever também uma recomendação, expondo o seu ponto de vista sobre o outro profissional. Mas lembre-se: seja sincero e não ressalte capacidades que o outro não tenha, só por amizade. É a sua palavra – e, consequentemente, a sua reputação – que está em jogo.
 
 ----------
Fique de olho nos nossos próximos posts e confira todas as dicas para construir um perfil campeão no LinkedIn. Clique aqui, conecte-se à nossa página e aos seus colegas. E se quiser consultar desde já vagas de estágio ou emprego disponíveis especialmente para nossos alunos, entre em contato com o nosso Centro de Carreiras pelo telefone (71) 3206-8020, pelo e-mail carreiras@unijorge.edu.br ou pessoalmente.
 
Crie você mesmo o emprego dos seus sonhos!
 
Tenha mais experiências na Unijorge
Quer mais informações?
Espaço do Colaborador:
2007 - 2020. Unijorge - CNPJ: 01.120.386/0001-38. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital