11h41

Dica LinkedIn #7: Conecte-se às pessoas certas.

Você não precisa adicionar todo mundo para ter um perfil campeão no LinkedIn.

Compartilhe
Tamanho do Texto
Um erro muito comum ao se construir um perfil do LinkedIn é confundir quantidade com qualidade. A opinião de especialistas e dos diretores da rede social é que ter mil conexões não é, necessariamente, melhor do que ter quinhentas. Segundo entrevista concedida pelo diretor de vendas de soluções de talentos do LinkedIn Brasil, Milton Beck, para o caderno Negócios & Cia do jornal A Notícia, “o objetivo do LinkedIn não é colecionar contatos, mas sim se conectar com as pessoas certas”. O diretor afirma, ainda: “se estou conectado com determinada pessoa e alguém conectado comigo pede que eu o apresente, então eu posso fazer a intermediação. Mas se eu aceito qualquer um, a conexão perde o sentido”.­
 
Na verdade, o seu número de conexões diz bem menos sobre quem você é (para recrutadores e futuros parceiros de negócios) do que seu perfil profissional e as suas interações em todo o ambiente do LinkedIn. Por esse motivo, fique atento a duas dicas básicas:
 
1- Não se sinta obrigado a aceitar todos os convites que receber. 
Não se torture se receber muitos convites de pessoas desconhecidas ou de alguém cuja postura profissional você realmente não curte. Ao incluir alguém na sua rede de contatos, você está implicitamente endossando o perfil daquela pessoa e declarando ao mundo que ela faz parte do seu círculo profissional. E por que você deveria adicionar na sua lista alguém que não lhe agrega boas coisas profissional ou pessoalmente?
 
Parodiando um famoso meme, lembre-se: “Se tem uma coisa que você não é, é obrigado”. Desobrigue-se de aceitar convites inconvenientes se eles realmente não condizem com o seu perfil. Ter mais uma pessoa na sua rede “só por ter” não faz o menor sentido e não vai fortalecer em nada a sua presença virtual. Além disso, você não precisa adicionar todo mundo para ser visto por recrutadores (eles têm ferramentas específicas para isso).
 
2- Não convide alguém para se conectar se você não deseja manter alguma forma de contato.
Não faz sentido algum colecionar contatos como livros empoeirados (e nunca lidos!) numa estante. Se você não tem nenhuma afinidade com aquele profissional, por que adicioná-lo? Procure adicionar pessoas que você já conheça ou com as quais você tenha interesses comuns, grupos e relacionamentos comuns, mesma área de atuação ou interesses profissionais.
 
E, lembre-se: o trabalho de construção do relacionamento não para no momento em que você adiciona o novo contato. Procure estabelecer alguma forma de conexão mais próxima e real. Estabeleça algum contato, envie notícias periodicamente, comente atualizações postadas pelo outro. Não deixe que aquele contato importante para sua rede seja apenas mais um registro virtual.
 
 ----------
Fique de olho nos nossos próximos posts e confira todas as dicas para construir um perfil campeão no LinkedIn. Se você já estiver cadastrado, aproveite para clicar aqui e se conectar à nossa página. E se quiser consultar desde já vagas de estágio ou emprego disponíveis especialmente para nossos alunos, entre em contato com o nosso Centro de Carreiras pelo telefone (71) 3206-8020, pelo e-mail carreiras@unijorge.edu.br ou pessoalmente.
 
Crie você mesmo o emprego dos seus sonhos!
Tenha mais experiências na Unijorge
Quer mais informações?
Espaço do Colaborador:
2007 - 2020. Unijorge - CNPJ: 01.120.386/0001-38. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital