18h19

Dica LinkedIn #08: Compartilhe conteúdo.

Seja compartilhando notícias de sites ou escrevendo seus próprios artigos, veja como postar assuntos interessantes no LinkedIn pode contar pontos a seu favor.

Compartilhe
Tamanho do Texto
Quando você entra no LinkedIn, aparecem no seu feed de notícias todas aquelas publicações autorais ou de terceiros que foram compartilhadas pelas pessoas com as quais você está conectado. O mesmo, é claro, acontece no sentido inverso: todos os seus contatos vão acompanhar automaticamente nos seus próprios feeds tudo aquilo que você compartilhar.
 
Considerando que o propósito do LinkedIn é especificamente relacionado com o mundo profissional – e, portanto, diferente de todas as outras mídias sociais nas quais você deve estar cadastrado, como Facebook, Instagram e Twitter -, obviamente não pega bem compartilhar na sua timeline fofocas, correntes, propagandas políticas e memes (por mais irresistíveis que eles sejam). Legal e útil, portanto, é trazer à pauta discussões sobre a sua área de atuação, sobre os estudos, notícias relevantes para o mercado ou mesmo artigos sobre desenvolvimento de carreiras e competências.
 
Se, além de postar informações interessantes vistas em grandes portais de notícias, jornais ou revistas, você ainda se sentir à vontade para compartilhar suas próprias ideias sobre algo em que tenha expertise e que possa ser útil para seus contatos, então vale a pena investir um pouco mais de tempo e dedicação para criar seus próprios artigos. Para isso, o LinkedIn lançou recentemente sua plataforma de publicação para boa parte dos seus usuários (se a sua conta ainda não possui essa funcionalidade, fique tranquilo porque ela chegará em breve). Basta clicar no lápis que aparece ao lado da caixinha de posts para ser direcionado a um ambiente de edição e publicação de textos maiores, cujo link você poderá compartilhar depois com seus contatos (e se preparar então para iniciar uma boa e produtiva discussão sobre aquilo que você escreveu, aumentando a visibilidade do seu perfil).
 
Mas, por favor, preste atenção nesse alerta contra a preguiça: se resolver partir para a publicação de artigos autorais, não vale requentar qualquer coisa que você tenha escrito em 2010 e que esteja guardada e empoeirada naquele HD externo que você mal sabe onde anda. Todo o processo de publicação, desde a definição do assunto até a estruturação do conteúdo, tem que ser pensado de acordo com as linguagens específicas desse meio – e tendo claramente em mente quem é o seu público e o que você deseja ao compartilhar com eles seus insights.
 
Procure um assunto interessante, algo que esteja sendo discutido na mídia ou opiniões que tragam uma nova luz sobre alguma velha questão. O importante é se posicionar, mostrar a que veio, quais suas crenças e, claro, certificar-se de que o que você está dizendo pode de fato contribuir para a análise do problema.  Por último, algo importantíssimo: lembre-se sempre de revisar direitinho seu artigo ou mesmo aquele comentário que você vai fazer sobre uma notícia antes de compartilhá-la. Afinal, você não quer que esse tiro saia pela culatra e prejudique sua imagem ao invés de mostrar a todo mundo que você tem ideias interessantíssimas para colocar na mesa, não é mesmo?
 
----------
Fique de olho nos nossos próximos posts e confira todas as dicas para construir um perfil campeão no LinkedIn. Se você já estiver cadastrado, aproveite para clicar aqui e se conectar à nossa página. E se quiser consultar desde já vagas de estágio ou emprego disponíveis especialmente para nossos alunos, entre em contato com o nosso Centro de Carreiras pelo telefone (71) 3206-8020, pelo e-mail carreiras@unijorge.edu.br ou pessoalmente.
 
Crie você mesmo o emprego dos seus sonhos!
Tenha mais experiências na Unijorge
Quer mais informações?
Espaço do Colaborador:
2007 - 2020. Unijorge - CNPJ: 01.120.386/0001-38. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital