Por Diogo Conceição | 06/05/2019

Estudantes da UJ participam de Hackathon Solidário

Fonte própria

O desafio desse ano envolveu o problema da insustentabilidade econômica e social das associações, ONGs, organizações da sociedade civil

Estimular a inovação em busca de soluções para os problemas do cotidiano. Esse foi um dos principais objetivos do Hackathon Solidário, realizado neste sábado e domingo (4 e 5), na sede da EBDA, em Salvador. Os estudantes da Unijorge Ariane Nunes Araújo (Administração), Danilo Gadêlha Souza Silva (Programação), Douglas Gadêlha Souza Silva (Programação), Leonam Nunes Santos (Administração) e Pollyana de Almeida Moraes Fonseca (Comunicação) participaram do evento que, nesta edição, teve sua programação organizada pelo Centro de Estudos do Subúrbio e pelo Grupo Bagunçaço.

Para Leonam Nunes Santos, a experiência foi marcante. “Fomos premiados no conhecimento, no desenvolvimento em equipe, espírito e liderança”, revelou o estudante.

De acordo com o coordenador do curso de Administração, Constantino de Carvalho Oliveira Neto, que acompanhou a atividade no domingo, a criatividade foi um dos “ingredientes” do grupo. “Foi uma honra e um privilégio ter acompanhado vocês. Representaram a UJ com muita responsabilidade, comprometimento e muita, muita criatividade”, destacou o professor.

O Hackathon, que é uma maratona de programação, tem sido realizado por empresas e governos na busca de soluções criativas e inovadoras para os problemas existentes nas organizações. Esses desafios têm mobilizado jovens pelo país, sejam estudantes e profissionais, das áreas de programação, design, gestão e outras, interagindo o saber técnico, a criatividade e a juventude, criando um ambiente de ” jogo”, de competição e com foco no resultado.

Voltar para notícias