Por Carine Lima | 01/11/2022

Unijorge promoveu ação de orientação de cuidados com saúde bucal para crianças

Fonte: Assessoria de Imprensa

No último dia 27/10, o curso de Odontologia da Unijorge realizou uma ação gratuita com estudantes do ensino fundamental da Escola Municipal Julieta Viana, localizada no bairro do Pau Miúdo, com orientações sobre os cuidados com a saúde bucal e prevenção de doenças. A iniciativa trouxe orientação para as crianças a respeito de problemas mais comuns na infância como cárie, placa bacteriana, gengivite, mau hálito e perda precoce de dentes, com explicação sobre limpeza correta e importância das consultas regulares ao dentista.

 

Na ação, estudantes na faixa etária de 7 a 10 anos receberam escovas bucais e participaram de uma oficina de escovação com alunos do curso de Odontologia, sob supervisão da professora Priscila Regis. Segundo um dos participantes, o que ele mais gostou foi escovar os dentes e passar o fio dental. “Vou fazer isso todos os dias após comer o meu macarrão em casa, para não ficar com cárie”. Outra aluna demonstrou o que aprendeu: “a gente tem que escovar todos os cantos da boca e três vezes ao dia!”, enfatizou.

 

Esta parceria teve o objetivo de trazer para o ambiente escolar ações preventivas e fomentar a educação, que tem papel fundamental para a efetividade de ações e programas de saúde. A iniciativa aconteceu na semana em que é celebrado o Dia Nacional da Saúde Bucal e tem o intuito de chamar atenção para a importância dessa rotina na infância. “Sabemos da importância de um trabalho de motivação e de instrução de higiene oral para crianças, a fim de prevenir doenças bucais. Ainda, para nós, é de suma importância essas ações, pois a escola é um ambiente propício para trabalharmos programas de saúde coletiva”, afirma a professora Priscila.

 

A Associação Brasileira de Odontopediatria preconiza que a higienização bucal deve ser iniciada após a erupção do primeiro dente nos bebês. É importante o acompanhamento contínuo para evitar problemas bucais e identificar presença de hábitos nocivos e, dessa forma, prevenir problemas futuros. Segundo a Associação, a criança, o adolescente e seus pais devem ser orientados quanto à técnica correta de escovação para cada fase, à de hábitos nocivos e, dessa forma, prevenir problemas futuros.

Voltar para notícias